O supercomputador mais rápido da América Latina

Tendo sido financiado por dois grandes grupos, o supercomputador mais rápido da América Latina foi recentemente inaugurado no Brasil. O Yemoja será integrado num projeto que promete ser uma ajuda preciosa para a indústria da energia.

corpo

No início de junho foi inaugurado no Centro de Supercomputação para Inovação Industrial, em Salvador, Bahia (Brasil) aquele que segundo o ranking Top 500 é neste momento o computador mais rápido da América Latina, sendo capaz de processar mais de 400 TFlops por segundo.

Segundo o site de notícias CanalTech, o supercomputador Cimatec Yemoja fará parte de um programa de I&D em geofísica com um investimento total de 60 milhões de reais feito pela BG Brasil e pela Senai Cimatec. Esta iniciativa tem como objetivos principais o processamento de dados sísmicos 3D e 4D de dimensões industriais e a inauguração de um centro de excelência em computação de nível internacional.

A investigação ajudará a indústria da energia a desvendar a complexidade dos campos do pré-sal, uma zona do subsolo marinho que contém reservas de petróleo em grande parte inexploradas, tendo assim um papel importante no mapeamento de reservas petrolíferas da costa brasileira.

O processamento destes dados será feito com o estudo e otimização da tecnologia Full Waveform Inversion (FWI). O projeto será liderado pela BG Brasil e pelo consórcio internacional Inversion Initiative, no qual vão colaborar a Universidade Federal de Rio Grande do Norte, Brasil,  e várias universidades que são referências internacionais em FWI (British Columbia, do Canadá e London Imperial College, de Inglaterra).

Quer explorar a Supercomputação na sua organização?

Nome*
Email*
 

Telefone*
Descrição*

*Campos obrigatórios