BSC-CNS recebe 5,8 milhões de euros

O Barcelona Supercomputing Center – Centro Nacional de Supercomputación (BSC-CNS) receberá cerca de 5,8 milhões de euros durante o ano de 2015 para o desenvolvimento dos projetos científicos em curso com recurso ao Mare Nostrum, um dos maiores supercomputadores da Europa.

bsc_cns_corpo

O Conselho de Ministros espanhol anunciou no dia 20 de Fevereiro de 2015 que o governo iria dedicar ao Barcelona Supercomputing Center – Centro Nacional de Supercomputación (BSC-CNS) cerca de 5,8 milhões de euros, em 2015.

O BSC-CNS tem como objetivo investigar a supercomputação e as tecnologias de computação e informação. Alberga o Mare Nostrum, um dos maiores supercomputadores da Europa, usado na investigação de áreas como a química, física, astronomia, engenharia de materiais, medicina e a biologia. A importância do centro já foi reconhecida com a atribuição do título de centro de excelência “Severo Ochoa”, atribuído aos centros que se encontram num dos melhores do mundo nas suas áreas respetivas.

Esta verba será atribuída no âmbito de um acordo de cooperação entre a Universidade Politécnica da Catalunha (UPC), a Generalitat da Catalunha (o governo local) e o Ministério da Economia e Competitividade do governo central, para o equipamento e exploração do BSC-CNS e a constituição do “Consórcio Barcelona Supercomputing Center – Centro Nacional de Supercomputación”, que será a entidade encarregue da gestão do centro em 2015.

Graças a este acordo, o BSC-CNS poderá continuar a sua investigação científica. Desta forma, o BSC-CNS continuará a prestar os serviços de supercomputação aos investigadores e às empresas, retornando o investimento que nele foi feito.

 

Fotografia disponibilizada pelo Barcelona Supercomputing Center – www.bsc.es

Quer explorar a Supercomputação na sua organização?

Nome*
Email*
 

Telefone*
Descrição*

*Campos obrigatórios